quarta-feira, 3 de abril de 2013

Bagão Félix lança criticas ao árbitro do Benfica - Rio Ave


No Sábado de Aleluia houve luz na Luz. Um excelente jogo. Belos golos.
 

Um Rio Ave personalizado, embora goleado. Um Benfica insaciável e competente. 

Houve, porém, um ponto de escuridão no meio da luz. Por causa de um árbitro do Porto. Irmão de outro ex-árbitro do Porto. Costa e Costa. Não tivesse eu visto o jogo e teria perguntado se 11 cartões amarelos e três vermelhos haviam correspondido a uma batalha campal em terreno encharcado e a lesões a torto e a direito. Mas não. 

O jogo foi correcto, tranquilo, sem casos, sem lances decisivos discutíveis. O problema não esteve pois nos jogadores (e nos técnicos), mas em Rui Costa. 

Prejudicou o Rio Ave, prejudicou o Benfica, inventou amarelos, molestou o espectáculo e até - curiosamente - foi complacente com o imprudente Rodrigo e, sobretudo, com o avense Nivaldo que originou a única lesão (Salvio) numa entrada de todo imprevidente (por menos, Aimar apanhou um vermelho directo e dois jogos de castigo no ano passado em Olhão). 

Em suma, insistiu no que se lhe conhece. Sem categoria, sem ponderação justa, com o mesmo gene arbitral do seu irmão reformado do apito. 

Bem sei que no futebol não há cartões azuis que talvez pudessem inspirar o árbitro a ser mais gradualista e equitativo, fosse qual fosse o estádio onde arbitrasse, a sul ou... a norte. Rui Costa: um nome relativamente comum no desporto. Desde o cerebral maestro 10 do Benfica ao ciclista prometedor e a um combativo corredor automobilista. 

Mas, este Costa a Costa, de cartão sempre na mão, basta! 

Alguém lhe terá de dizer que a regra no futebol é a de 11 contra 11, salvo situações excepcionais.»

- Bagão Félix, jornal A Bola, 3 de Abril de 2013

1 comentário:

  1. JUNTOS ATE AO TITULO
    http://www.youtube.com/watch?v=GK-KNe7vzBI

    ResponderEliminar

Caro(a) Benfiquista,

Agradecemos a sua visita e solicitamos, antes de sair do blog, que deixe um comentário acerca do que acabou de ler.

O debate é livre, por isso tenha a gentileza de participar com educação, elevação, civismo e respeito pelos demais visitantes.

Só assim honraremos a história Grandiosa do nosso amado Clube!