quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Ricardinho dispara forte: "Não acredito no actual projecto do futsal do Benfica"



Regressou ao Benfica no início do ano por empréstimo dos japoneses do Nagoya Oceans, depois de uma curta passagem pelos russos do CSKA de Moscovo, mas, apesar dos títulos alcançados ao serviço dos encarnados, não guarda boas recordações do balneário, de onde saiu para regressar ao Japão no final da época passada.

"Abdiquei de muito dinheiro para ajudar o Benfica a recuperar o título, o que felizmente foi conseguido. As pessoas do clube sabem porque não estive muito bem, pois houve jogadores que sentiram o peso de me terem na equipa. Houve problemas internos que me prejudicaram e pedi para sair durante a meia-final. Só não o fiz porque não quis sair a mal do clube", confessou o internacional português, em entrevista concedida ao Jornal de Notícias.

Mas não foram só os problemas com os antigos colegas de equipa que ficaram na retina de Ricardinho. O atleta vai mais longe ao afirmar que não voltará à Luz enquanto alguns responsáveis do clube por lá permanecerem. "Saí magoado do Benfica. Deixei o clube na altura certa e não será fácil voltar. Estou desiludido com as pessoas que estão à frente do futsal, que não têm feito com que o clube volte a estar no top europeu. Não acredito no actual projecto e para voltar era preciso que várias pessoas já lá não estivessem", vincou.

Quanto à prestação portuguesa no recente Mundial, disputado na Tailândia, Ricardinho já encontrou as razões que impediram a Selecção Nacional de ir mais além na competição. "Faltou acreditar no nosso valor e pensar em grande. As grandes selecções não facilitam no mata-mata e nós não estamos habituados a ganhar-lhes. A falta de competitividade no campeonato nacional também não ajuda", explicou o atleta luso que acabou por arrebatar a Bola de Bronze, prémio destinado ao terceiro melhor jogador do Mundial.


-Noticia retirada do site: modalidades.com.pt

6 comentários:

  1. Excelente jogador mas como pesssoa é conflituoso, gosta de ser sempre o protagonista e as modalidades de equipa tem de ser todos protagonistas, fomos campeões mas não com a ajuda dele pois nos jogos decisivos não jogou pois estava castigado, haja bom senso, ajudou o Benfica e o Benfica ajudou ele, seja feliz.

    ResponderEliminar
  2. bem dito ricardinho acho ke se precisa de fazer uma limpeza ,ke parece ke de ano pr ano esta modalidade esta a perder kualidade e basta ver o futsal praticado sem fio de jogo!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. bêbeda ás 13:07?? vai-te curar...

      Eliminar
  3. O que tem de bom jogador falta-lhe na personalidade! Ou não fosse ele um adorador de corruptos camuflado e pesetero. O Benfica não acaba por falta de carneirinhos, que tenhas uma boa lesão...

    ResponderEliminar
  4. Bom,só faltou dizer k o BENFICA sem ele n ganha nada,porem,ja na ultima epoca o BENFICA foi campeao sem ele,e mais, nas fases finais nunca foi o ricardinho o desekilibrador,e vou mais longe,nos primeiros anos de futsal no BENFICA,só nao ganhamos a ele se deve,assim como na ultima epoca se tivesse jogado n tinhamos ganho,ricardinho estava sem ideias e sem vontade pra jogar.

    Ricardinho n gosta de se subjugar aos interesses da ekipa,e sim k a ekipa jogue pra ele,ora, em desportos coletivos os principios nunca podem ser esses,se assim n for corresse o risco de se perder(o k aconteceu algumas vezes com ele na Luz),n kero com isto dizer k n seja um grande jogador,mas dae a ser um enorme jogador, como alias,podia ser ,vai uma grande distancia.

    Como tal ricardinho,k sejas feliz a ganhar os dolares k tanto precisas.

    Obs: Porque sera k o ricardinho teve de sair do Japao no seu 1ºano ?!?!
    Fica no ar a pergunta(mas eu sei pk):p

    ResponderEliminar
  5. já agora podias partilhar porque saiu no 1º ano, pois eu não sei

    ResponderEliminar

Caro(a) Benfiquista,

Agradecemos a sua visita e solicitamos, antes de sair do blog, que deixe um comentário acerca do que acabou de ler.

O debate é livre, por isso tenha a gentileza de participar com educação, elevação, civismo e respeito pelos demais visitantes.

Só assim honraremos a história Grandiosa do nosso amado Clube!